NOS Em D´Bandada | Watch and Listen!

NOS Em D´Bandada

Sete Momentos Mais Marcantes

Foi um sábado solarengo na baixa do Porto preenchido por mais de dez horas de música, no passado dia 13 deste mês. Até os mais despassarados que não sabiam que o evento teria lugar naquele dia, vieram a saber que algo se estava a passar pois ouvia-se música por toda a cidade. As ruas cheias de pessoas, estradas com o trânsito cortado, balões e luzes no céu marcam o evento que mais uma vez se concretizou com sucesso e criou muitas memórias.

Nomes ilustres como Fachada, Capicua, Mind Da Gap, D'alva, Rita Redshoes e You Can't Win Charlie Brown deram música aos habitantes da cidade e estrangeiros que por lá passaram (ou outros como eu que tiraram uns dias para descobrir a cidade) em palcos pouco ortodoxos mas bastante originais, dando espaço a espectáculos energéticos.

Este evento não só é excelente para passar um bom serão a ouvir música, como também serve para conhecer ou ver de outra forma a cidade do Porto. Para ilustrar este apontamento dou-vos exemplos como a Torre dos Clérigos, a Rua da Galeria de Paris, o Armazém do Chá, Maus Hábitos e Plano B que foram alguns dos sítios escolhidos, tornaram logo a experiência em algo memorável e extremamente gratificante.

Fiquem então agora com alguns dos momentos que achei mais marcantes no Nos Em'Bandada e algumas colagens de fotos:

 


  • Os riffs de guitarra de A Duquesa;
  • "Se a burra está rota não quero tocar(i)" pelos Cabra Cega;
  • Capicua a contar a história por detrás da Sereia Louca;








  • Aline Frazão subiu ao palco e juntou-se a Capicua;
  • Bootyshake de Alex D'Alva Teixeira;
  • Crowdsurfing de ambos Alex e Ben dos D'alva;




  • DJ Kitten fez com que a Rua Cândido dos Reis se tornasse uma discoteca ao ar livre usando a chuva como acessório.







Foi assim com um dia e noite cheios de emoção, boa energia e literalmente música nos meus ouvidos que fico com boas memórias e saudades da bela cidade do Norte*. Espero então pela próxima edição, que terá a difícil tarefa de superar a deste ano, pois quem sabe poderei voltar para uma nova aventura porque este evento deixou-me a chorar por mais!


*Na minha viagem ao Porto algo ficou-me marcado na memória e que nunca mais me vou esquecer. Um dia disseram-me que para eles (os portuenses), ser de Lisboa é o mesmo que ser de Madrid. Assim, joder fue una experiecia increíble!

0 comments:

Enviar um comentário