Jameson Urban Routes: 3º dia (reportagem) | Watch and Listen!

Jameson Urban Routes: 3º dia (reportagem)

Keep Razors Sharp, Fujiya & Miyagi e Glass Animals no Jameson Urban Routes. 

Estivemos presentes no passado dia 24 de outubro no festival Jameson Urban Routes no Musicbox onde vimos os concertos dos Keep Razors Sharp, Fujiya & Miyagi e Glass Animals. Esta foi a oitava edição do festival e foi o segundo dia que esgotou (o primeiro foi o dos Future Islands), mas mesmo assim ainda nos conseguimos mexer lá dentro.


Keep Razors Sharp
Os Keep Razors Sharp apresentaram o seu álbum de estreia acabadinho de sair (saiu dia 20 de outubro) num concerto que abriu este dia do festival e as portas do rock'n'roll.
A experiência da banda em palco é bastante notória ou não viessem de outras bandas, e isso torna os seus concertos bastante bons.
O grupo trouxe ao festival o seu psicadelismo, e apesar de o álbum ainda ser fresco as músicas foram bem recebidas e notou-se que o público já conhecia algumas. Foi um ótimo começo para este dia.




Fujiya & Miyagi

Os Fujiya & Miyagi foram a sua segunda banda a atuar num concerto que meteu as pessoas a dançar freneticamente. A banda apresentou o seu último álbum "Artificial Sweeteners".
A voz do vocalista não tem muito a ver com o estilo de músicas, mas até resultou e parece que o público gostou.




Glass Animals

Os Glass Animals deram um concerto do qual não estávamos à espera porque as suas músicas ao vivo são muito diferentes. Para quem pensou que os Glass Animals iam dar um concerto calmo em que dava para descansar e talvez para dormir enganou-se redondamente porque aconteceu exatamente o contrário. O som dos Glass Animals fica mais mais enérgico ao vivo, por isso, não ninguém adormeceu no concerto. 
Entraram em palco ao som de uma música e de um fundo tropical  e muito tarde (por volta das 2.30h), e a banda atuou descalça, sim apenas com meias durante o concerto.
Os britânicos apresentaram o seu álbum de estreia "ZABBA" e tocaram a cover da música de Kanye West "Love Lockdown". Ninguém ficou sem mexer a anca nem indiferente aos movimentos e às caras do vocalista Dave Bayley porque era impossível.
No fim do concerto a banda falarou com alguns fãs e disse que adorou o concerto e ser um regresso esperado de certeza.


0 comments:

Enviar um comentário