Clube Z com Old Yellow Jack, O Cão da Morte e Flaming Tits (Youthless) | Watch and Listen!

Clube Z com Old Yellow Jack, O Cão da Morte e Flaming Tits (Youthless)


No passado dia 19 de Setembro fomos até à Galeria Zé dos Bois para mais uma edição do Clube Z. Infelizmente, foi também o último Clube Z deste ano. Esta edição contou com a participação de bandas como Old Yellow Jack, O Cão da Morte e Flaming Tits (Youthless).

Para começar bem a tarde que se encontrava solarenga, mas não tão quente como as anteriores tardes de outras edições, houve um curto e belo serão proporcionado por O Cão da Morte. A plateia, maioritariamente jovem e bem disposta, fez questão de se sentar e apreciar o concerto de perto e em silêncio. Muito agradável, foi uma bela maneira de dar início a esta matiné.
De seguida e com alguns minutos de atraso, os jovens lisboetas Old Yellow Jack, subiram a palco e a plateia que os recebeu estava muito bem composta e entusiasmada. O formato do concerto fez lembrar o fantástico concerto que deram no Indie Music Fest. Embora mais curto, com muita pena nossa. Ainda assim, foi curto mas muito bom. O melhor da noite a par de Flaming Tits a.k.a. Youthless, sem dúvida. Ouviram-se músicas do EP, “Magnus”, já muito bem conhecido pelo público e por nós. Também fizeram-se ouvir canções que irão estar presentes no álbum, as quais conquistaram prontamente o público. O público entusiasta não resistiu a fazer o já habitual mosh, e podia-se ver bem a aderência da plateia ao concerto. Aprovadíssimos. Os rapazes vão longe e merecem não só uma, como várias mãos cheias de elogios. Ficamos a aguardar o álbum. E aconselhamos a darem atenção a esta banda. Não se irão arrepender. 
Os Flaming Tits a.k.a. Youthless foram uma grande surpresa para nós. Curiosas, fomos como todo o público visionar a banda e tal foi a nossa surpresa quando vimos as três figuras vestidas de mulher, a darem tudo de tudo. Sim, três. Francisco Ferreira, músico dos Capitão Fausto e Bispo, acompanhou Sebastiano Ferranti e Alex Klimovistky neste concerto que foi fantástico e cheio de energia. Perfeito para fechar a matiné, que foi por sinal, muito boa. Ótima maneira de nos despedirmos do Clube Z que vai deixar saudades, muitas saudades. Até já, Clube Z.  


Clube Z IV


Texto: Alexzandra Souza
Fotografias: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário