Para ouvir: "I like it when you sleep for you are so beautiful yet so unaware of it" dos The 1975 | Watch and Listen!

Para ouvir: "I like it when you sleep for you are so beautiful yet so unaware of it" dos The 1975

Os The 1975 lançaram o seu segundo álbum cerca de três anos depois do álbum homónimo de estreia. "I like it when you sleep for you are so beautiful yet so unaware of it" saiu esta semana, e pelo título e pela capa vê-se que é um trabalho diferente do primeiro.

A banda de Machester decidiu mudar a sua imagem antes de lançar o novo disco. Antes quase todos os vídeos eram a preto e branco, incluindo, as fotos nos concertos e a capa do primeiro disco. Agora os videoclips são a cores, as fotos e a capa também. Não foi só a imagem da banda que mudou, a própria banda mudou e as músicas também estão diferentes.

Quando os primeiros singles saíram, "Love Me" e "UGH!", era notório as diferenças com os singles do primeiro álbum. Com as novas músicas, os The 1975 pareciam uma banda renovada, mais segura de si mesma e que não quer realmente saber o que os outros pensam. O que se comprova no novo álbum. As músicas e a voz de Matty Healy (percebe-se bem o que ele canta agora!) soam muito melhores. Até as letras são melhores. No princípio, os The 1975 receberam várias críticas ora por serem demasiado comerciais para serem apelidados de indie-pop, ora serem demasiado indie-pop para serem considerados comerciais. Em 2016, a banda encontra o seu lugar: fazer o que bem lhe apetecer.  

"I like it when you sleep for you are so beautiful yet so unaware of it" é uma grande surpresa. Há músicas com ritmos vibrantes e contagiantes como "Love Me" e "She's American". Há músicas que dá vontade de dançar na discoteca como "The Sound". Há músicas tristes, tais como, "Nana" e "She Lays Down". Ainda há a música "Please Be Naked" que é apenas instrumental.

O segundo trabalho dos The 1975 traz uma banda renovada por dentro e por fora, ou seja, devudi às músicas e à imagem. Se já gostavam do quarteto de Manchester, então irão gostar ainda mais depois de ouvirem este álbum. Se não gostam, tentem dar uma oportunidade e vão ouvir.

Por enquanto, o álbum ainda não está disponível no Spotify, mas está em streaming no Apple Music e no MEO Music. Só irá estar no Spotify dia 11 de março.

0 comments:

Enviar um comentário