Noite Colado #1 no Musicbox: reportagem | Watch and Listen!

Noite Colado #1 no Musicbox: reportagem


No passado dia 12 de Fevereiro, fui até ao Musicbox para assistir à primeira Noite Colado. Esta foi só a primeira noite, de muitas Noites Colado que ainda estarão para vir, e teve sucesso. Estejam atentos a esta iniciativa. Filipe Collaço promete não desiludir. Esta primeira noite contou com Old Yellow Jack, Ganso e NOOJ.

A noite abriu com NOOJ, uma banda bastante diferente de Old Yellow Jack. Para quem ainda não sabe os NOOJ, são uma recente banda formada por Miguel Costa e Guilherme Almeida dos Old Yellow Jack. Ainda assim, não falharam em surpreender pela positiva. O Musicbox que ainda estava meio vazio, mostrou-se receptivo aos jovens, e foi enchendo com o passar da noite. Reforço que o Miguel e o Guilherme surpreenderam pela positiva, e é caso para dizer que enquanto músicos, estão cada vez melhores. "Ostras e Champagne", o primeiro single da banda, fez parte da festa. Tocaram também uma canção dos No Age, que segundo eles dizem é uma das principais influências neste projeto. Frenéticos, surpreendentes e talentosos. Descreveria assim esta nova dupla, que tem claramente um som bastante fresco e diferente, relativo ao que estava habituada a ouvir deles enquanto músicos. Resta dizer que aguardo curiosa o lançamento do EP.


De seguida, veio uma das bandas que considero em ascensão neste panorama musical português: os Ganso. Os Ganso são uma banda que já vi mais que uma vez. E sempre que os vejo noto que evoluíram positivamente, relativamente ao concerto anterior. Cada vez mais alcançam mais público e estão de parabéns pelo concerto desta noite. Por esta hora, o Musicbox já estava bastante apertado o que definia o sucesso alcançado pela Colado. O alinhamento dos Ganso baseou-se em tocar canções do EP, as quais o público já sabe as letras! Houve, ainda no meio de tudo isto, tempo para o senhor fantoche Ganso sair e dar umas palavrinhas ao público. O público, como sempre, mostrou-se eufórico e bastante contente com a prestação da banda.


De seguida, veio a banda da noite: Old Yellow Jack. Os Old Yellow Jack foram os melhores da noite, como não havia de deixar de ser. Quando os quatro jovens subiram a palco, tinham perante si uma casa bastante bem composta e feliz por os estar a ver. Mais uma vez, realço: os jovens estão cada vez melhores e merecem mais atenção do que a atual que já conquistaram. As pequenas previews que têm dado nos concertos do novo álbum, abrem o apetite de qualquer um para o álbum de estreia dos jovens. Recentemente lançaram o primeiro single, Glimmer, que foi tocado nesta noite. Glimmer é uma prova de que a banda é realmente excepcional. Oiçam e abusem das músicas. Vale muito a pena. O concerto desta noite contou com músicas que irão estar presentes no álbum, com músicas do EP e ainda com uma demo clássica. A jovem banda mostrou-se enérgica e imparável até ao fim do concerto. Frenéticos, do início ao fim, como sempre. Estão totalmente de parabéns, foi uma noite de sucesso. Que a próxima chegue em breve. E para os curiosos relativamente a NOOJ, eles amanhã abriram o concerto de The Parrots no Musicbox. Custa somente 5 euros. É de ir!


Texto: Alexzandra Souza
Fotografias: Francisca Afonso

0 comments:

Enviar um comentário