O mágico caso das Hinds | Watch and Listen!

O mágico caso das Hinds

 
Hinds e o seu sucesso crescente e merecido.

As Hinds, que vêm de Madrid, são um caso de sucesso crescente. A banda começou com Carlotta Cosials e Ana Perrote, depois juntou-se Ade Martin e a seguir Amber Grimbo. Desde que lançaram músicas e começaram a dar concertos, as quatro espanholas já percorreram o mundo quase todo com vários concertos esgotados. Sendo cada vez mais reconhecidas e acarinhadas por pessoas em países diferentes.

Quando as conhecemos no Vodafone Mexefest de 2014, ainda se chamavam Deers, tinham apenas três videoclips e já começavam a causar impacto por onde passavam. Tanto que devido ao concerto no festival, ganharam muitos fãs portugueses. Cerca de um ano depois, voltam a Portugal e atuam no Vodafone Paredes de Coura desta vez com o nome Hinds, num festival que não lhes era desconhecido porque já tinham estado lá no ano anterior só a ver concertos. Atuarem num festival onde tinham ido como público foi a melhor inversão de papéis que lhes podia ter ocorrido. Após este concerto, ficaram com ainda mais alguns fãs em Portugal. O que depois resultou em dois concertos esgotados no mês de fevereiro, deste ano, no Musicbox e no Hard Club.

Não é só em Portugal que já contam com uma grande base de fãs, pois, na América do Norte, na Europa e na Ásia. Na primeira parte da tour europeia, as Hinds esgotaram 23 dos 30 concertos que deram quando lançaram só um álbum até ao momento. Algo que às vezes nem acontece a bandas com mais de dois álbuns, e muito menos a bandas espanholas. O que mostra que elas estão a começar a dominar o mundo. A abrirem a mente das pessoas para ouvirem músicas um registo lo-fi. A mudarem o mundo, maioritariamente dominado por homens, do rock'n'roll. A meterem as pessoas a ouvirem bandas espanholas como as dos seus amigos The Parrots e Los Nastys.

O sucesso das Hinds pode vir, por vezes, inesperado, até da parte delas é, mas que é realmente merecido. Este sucesso não vem porque elas fazem músicas perfeitas com grandes produções e nomes por detrás. Vem do facto de fazerem as músicas que gostam, como querem e de se divertirem imenso enquanto o fazem. As quatro amigas estão sempre divertidas tanto dentro como fora do palco, sendo isso que cativa as pessoas. Essa diversão, a magia a energia que têm sempre com elas, fá-las verdadeiramente especiais e uma das melhores bandas não são só espanholas, mas mundiais nos dias de hoje.

As Hinds irão continuar a dominar o mundo, a mudar a mente das pessoas e a divertirem-se enquanto puderem. Se continuarem assim, e quando fizerem mais músicas, talvez lançarem o segundo ou o terceiro álbum, irão-se tornar numa banda inesquecível, sem dúvidas.



Texto e foto: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário