Hey Colossus e Killimanjaro na Galeria Zé dos Bois: freneticidade acompanhada de guitarras maciças | Watch and Listen!

Hey Colossus e Killimanjaro na Galeria Zé dos Bois: freneticidade acompanhada de guitarras maciças



No passado dia 28 de Abril, fomos até à Galeria Zé dos Bois para ver o concerto dos britânicos Hey Colossus. A primeira parte ficou a cargo da banda portuguesa, Killimanjaro.

Esteve longe de esgotar, mas ainda assim a Galeria Zé dos Bois estava bem composta e o público com vontade de abanar o capacete ao som das guitarras pesadas de ambas as bandas que ali atuaram naquele dia. Os Killimanjaro começaram a festa em grande, já que nos pareceram bem mais enérgicos que das últimas vezes que os vimos. A banda deu tudo por tudo para fazer uma boa abertura aos Hey Colossus e foram bem sucedidos. O público parecia familiarizado com a banda, pois sabia letras e acompanhou na perfeição o ritmo maciço da banda de Barcelos. Não houve necessidade de conquistar o público, pois este parecia já bem conquistado desde os primeiros minutos do concerto e é compreensível. Os Killimanjaro sabem entreter e dar bons concertos, e isso basta para conquistar uma plateia.

De seguida veio a banda da noite: os únicos e fantásticos Hey Colossus. O público, ainda que pouco, fez a festa como se a Galeria Zé dos Bois estivesse esgotada. E não é de admirar. O vocalista da banda, sempre expressivo, abanava-se freneticamente convidando o público a aderir a uma dança nada coordenada em conjunto com muitos, muitos saltos e algumas tentativas de mosh. A banda deu um concerto totalmente intenso, explosivo e enérgico, e quem lá esteve ficou totalmente rendido. Foram de longe a banda da noite, como já esperado. Fica no ar a sensação de dever cumprido. Um excelente concerto, com uma duração no ponto e um público igualmente frenético e alegre por ver a banda.

Hey Colossus + Killimanjaro @ Galeria Zé dos Bois

Texto: Alexzandra Souza
Fotografias: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário