Sumol Summer Fest 2016: pop e hip-hop de volta à Ericeira | Watch and Listen!

Sumol Summer Fest 2016: pop e hip-hop de volta à Ericeira


O Sumol Summer Fest regressou à Ericeira para a sua 8ª edição este ano, nos dias 24 e 25 de junho. O cartaz do festival voltou a contar, tal como no ano passado, com nomes da Pop, do Hip-Hop, DO Rap, e ainda com um bocado de Eletrónica. No Palco Sumol passaram os maiores nomes da música internacional e nacional, e no Palco Sumol Remix Sound Academy passaram nomes que podem parecer pequenos agora, mas irão ser maiores daqui a algum tempo.

O primeiro dia do festival contou com Trevo, Regula, Gabriel O Pensador, Nelson Freitas e Azealia Banks. A Azealia Banks voltou pela terceira vez a Portugal, desta vez atuou no Sumol Summer Fest depois de ter passado pelo Super Bock Super Rock em 2013 e pelo NOS Alive em 2015. Foi a terceira vez da cantora e a terceira vez que a vimos. Era de esperar um concerto igual aos outros dois: as músicas do primeiro álbum, Azealia a correr de um lado para o outro até ficar sem fôlego e se notar enquanto atua. Contudo, foi um pouco diferente. Viu-se uma Azealia mais calma, quieta, sem perder o fôlego e acompanhada por um baterista e um DJ . Uma melhoria bastante positiva de se assistir. A cantora apresentou músicas do álbum de estreia, "Broke With Expensive Taste", e a cover de Tom Jobim em português "Chega de Saudade". O concerto acabou com o público em êxtase e a dançar a "212". Depois do seu concerto, a cantora ainda assistiu ao concerto de Nelson Freitas.

O segundo dia do festival contou com Elliphant, Jimmy P, Madcon, Tinie Tempah e Robin Schulz no Palco Sumol. O Jimmy P foi o único artista português a atuar neste palco no segundo dia, e a função ficou bem entregue. Jimmy P encantou o público com a sua mistura de Rap e R&B. No outro palco e ao mesmo tempo, estava Bispo a levantar pó no Palco Sumol Remix Sound Academy com as suas rimas. A seguir vieram os noruegueses Madcon, o duo de Yosef Wolde-Mariam e Tshawe Baqwa. Toda a gente conhece as música "Beggin" e "Liar", quer se goste ou não, que são dois dos maiores singles do duo até ao momento. Com esses singles, a sua energia em palco e a sua euforia conquistaram o público desde o princípio até ao fim do concerto, fazendo valer a sua estreia no Sumol Summer Fest. O concerto acabou ainda com o single mais recente dos Madcon, "Don't Worry". Depois de acabada a euforia dos Madcon, veio outro nome grande do hip-hop: Tinie Tempah. Um concerto que marcou pela estreia do rapper em Portugal e pelo seu espetáculo frenético de luzes. Tinie Tempah fez-se acompanhar por um DJ que no início meteu alguns hits dos últimos meses, como a "Lean On". O rapper chegou um bocado atrasado, mas nem isso os fãs que estavam à frente deixarem o seu lugar. Tinie apresentou músicas antigas, como "Written In The Stars", e ainda músicas do novo álbum, "Youth", que irá sair em setembro deste ano. Uma estreia do rapper muito bem recebida e inesquecível.


Sumol Summer Fest 2016


0 comments:

Enviar um comentário