Dia 3 do Indie Music Fest: o fim do melhor que aconteceu no bosque | Watch and Listen!

Dia 3 do Indie Music Fest: o fim do melhor que aconteceu no bosque

O terceiro e último dia do Indie Music Fest, que se realizou de 1 a 3 de setembro, chegou e trouxe boa música, muita festa e já deixa as maiores saudades. O Bosque do Choupal voltou a receber uma incrível edição e por isso estão de parabéns. O Indie Music Fest é um festival que não deve faltar no roteiro dos amantes de música. Neste último dia foi possível assistir-se aos concertos de The Rite of Trio, Savanna, You Can't Win, Charlie Brown, Salto, Pista, Fugly e Octa Push. Concertos incríveis que tornaram esta edição ainda mais memorável e mágica. Saibam como foram os fantásticos concertos deste dia. Até para o ano. Já deixas saudades, Indie Music Fest.


The Rite of Trio

Os The Rite of Trio foram a primeira banda a abrir o último dia do Indie Music Fest e foi a melhor forma de começar este dia. O trio formado por André Bastos Silva, Filipe Louro (Salto) e Pedro Melo Alves apresentou o seu álbum de estreia "GETTING ALL THE EVIL OF THE PISTON COLLAR!" tendo conquistado o público presente. Durante o concerto, os The Rite of Trio concretizaram a combinação ideal de jazz e rock na hora e no palco perfeitos para o momento no nosso bosque favorito.

The Rite Of Trio @ Indie Music Fest 2016

Savanna

Os Savanna garantiram outro dos grandes momentos no festival. A banda lisboeta mostrou o seu rock progressivo e psicadélico que levou o público ao êxtase total. "Fancy Pants" e "Dreams To Be Awake" ajudaram à festa. Os seus amigos Pista também se juntaram à banda em palco. A energia dos Savanna e o envolvimento do público ao longo do concerto, proporcionaram um espetáculo que vai ficar na memória.

Savanna @ Indie Music Fest 2016

You Can't Win, Charlie Brown

Os You Can't Win, Charlie Brown chegaram com expectativas muito elevadas e pela reação deles conseguiram ser superadas. A banda apresentou temas do novo álbum, como o single "Above The Wall", e músicas mais antigas, "Be My World". Faltou um elemento na banda por motivos de doença, o David Santos (Noiserv) e a banda não se esqueceu disso sendo que pediu ao público para fazer um vídeo para o David a dar-lhe apoio, e claro que o público do Indie o fez da melhor maneira. Um concerto onde se ouviu as harmonias de vozes e as melodias todas em sintonia que é o que torna os You Can't Win, Charlie Brown uma banda tão boa. Segundo os mesmos, foi um dos melhores concertos que deram, e de certeza que nunca o vão esquecer porque nós também não.

You Can't Win, Charlie Brown @ Indie Music Fest 2016 

Salto

Os Salto foram um dos grandes concertos desta edição. Cheios de energia, a banda durante uma hora transformou o recinto do festival numa autêntica pista de dança. Alegria e letras na ponta da língua, o público adorou e não arredou pé enquanto o concerto não acabou. Desconfiamos que os Salto poderiam ter ficado a tocar durante mais três horas que a energia possante que o público passou e sentiu, continuaria constante. Pois, nota-se mesmo que a banda gosta do que faz, e basta ver-se a felicidade estampada na cara de cada membro para se ficar instantaneamente com um sorriso na cara.  "Lagostas" e "Can't You See Me" foram alguns dos muitos pontos altos do incrível concerto.

Salto @ Indie Music Fest 2016

Fugly & Octa Push

O concerto dos Fugly foi intenso em termos de energia e emoções. Era o último concerto de Tommy Hogg com a banda e os Fugly fizeram de tudo para que fosse inesquecível. O sítio era propício e o público também a que fosse inesquecível e a missão foi concluída com sucesso. Foi a primeira vez que vimos os Fugly ao vivo e estamos rendidas. Foi outro dos nossos concertos preferidos que já vimos no Bosque do Choupal. Um concerto totalmente e incrivelmente frenético ao qual não faltou muito mosh e crowdsurfing. O Tommy deixará saudades, mas continuaremos a observar o trabalho desta banda de perto. Já os Octa Push trouxeram ritmos quentes, afro beats e levantaram a poeira no bosque com tanta dança que causaram. Até trouxeram o Cachupa Psicadélica que meteu toda a gente a abanar a anca e as pernas no concerto.

Fugly & Octa Push @ Indie Music Fest

Pista

Onde há Pista há festa garantida. Os Pista fecharam o nosso Indie Music Fest com um concerto que retrata mais do mesmo que esta banda pode oferecer: diversão e muita alegria. E boa música, claro. Todos os concertos que já vimos desta banda são marcados pela felicidade contagiante que a energia da banda e as músicas transparecerem e ninguém consegue deixar de dançar ao som dos temas de "Bamboleio", o primeiro disco da banda que já deu que falar. Com um currículo impecável, os Pista nunca desiludem e mantém sempre a fasquia de confiança de que a festa é garantida quando os vamos ver. Nunca vimos um concerto menos bom de Pista. Os concertos da banda são sempre bons ou acima disso. Aqui conseguiu ser acima de muito bom. Parabéns.

Pista @ Indie Music Fest 2016

Texto: Alexzandra Souza & Iris Cabaça
Fotos: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário