Stranger Things: a nova obsessão televisiva | Watch and Listen!

Stranger Things: a nova obsessão televisiva


A série "Stranger Things" tem andando a conquistar pessoas por todo o mundo. Criada pelos Duffer Brothers, estreou no Netflix a 15 de julho. Uma série de ficção-científica onde a amizade e a família ficam sempre acima de tudo. "Stranger Things" junta o suspense, horror, mistério e imaginário de filmes mais antigos do mesmo género, que em si não é grande novidade. Ainda mais, o que prende tanto as pessoas a esta série é que nunca se sabe o que vai acontecer ao certo e os atores também contribuem para isso.

Em primeiro lugar,o plot da série não é nada de novo: o filho desaparece, a mãe fica preocupada, os amigos ficam preocupados, a cidade toda procura-o e existe segredos escondidos. O género também não é nenhuma novidade e já foi visto várias vezes. O que "Stranger Things" traz de novo é juntar várias inspirações de diversos filmes e géneros. Traz o suspense, o horror e os clones (no corpo de Will) do filme "Body Snatchers". Traz o sobrenatural de "E.T." do Steven Spielberg. Traz os poderes de "Firestarter" com Eleven a conseguir fazer coisas com a sua mente, tal como, Charlie também faz. Ao mesmo tempo, tem crianças a fazer os papéis das personagens principais como acontece nos filmes "The Goonies" e "Super 8". A combinação que a série faz de todos estes filmes mais o seu plot e o mistério à volta do mesmo, é o que a torna numa das melhores e mais viciantes novas séries. Também é uma das razões porque está a causar tanto sucesso e é uma das novas obsessões na Internet.

Em segundo lugar, os atores e as suas personagens também contribuem para esses vício. Winona Ryder (Joyce Byers) faz o papel de mãe que chora e luta pelo filho até o encontrar. Um papel marcante que nos faz sentir tudo o que ela sente. Depois temos David Harbour que faz de chefe Jim Hopper e parece o pai de Jonathan Byers (Charlie Heaton). E claro, os filhos que todos querem adotar, incluindo Aaron Paul, também são uma das partes mais importantes desta série. Millie Bobby Brown (Eleven), Caleb McLaughlin (Lucas Sinclair), Gaten Matarazzo (Dustin Henderson), Finn Wolfhard (Mike Wheeler) e Noah Schnapp (Will Byers) são as crianças que todos gostam e que fazem papéis cativantes. Afinal, os atores também fazem as séries.

Por último, a banda sonora também é outra parte bastante relevante. Quem é que não ficou com a música "Should I Stay or Should I Go" dos The Clash na cabeça? Além das músicas de bandas icónicas dos anos 80, há duas bandas sonoras com músicas originais da série que se pode ouvir no Spotify e noutras apps de streaming. As bandas sonoras, dividas no volume 1 e no volume 2, são apenas instrumentais mas representam personagens, cenas ou falas. Até a música interpreta um papel inesquecível.

Em suma, o que torna "Stranger Things" uma das novas obsessões de várias pessoas neste momento é a inspiração que vai buscar a outros filmes, os atores e a banda sonora. E também porque o Aaron Paul adora a série.


Texto: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário