Lisboa Dance Festival 2017: Mount Kimbie e Jessy Lanza juntam-se ao cartaz | Watch and Listen!

Lisboa Dance Festival 2017: Mount Kimbie e Jessy Lanza juntam-se ao cartaz


A 2ª edição do Lisboa Dance Festival regressa para o ano no Lx Factory, em Alcântara, nos dias 10 e 11 de março. O festival apresenta um conceito diferente porque além dos concertos irá contar com conferências, debates e mercado com a presença de marcas e editoras. Os primeiros nomes confirmados foram Hercules and Love Affair, Marcel Dettmann, TOKiMONSTA e Dekmantel Soundsystem. Hoje foram adicionados mais nomes a um cartaz que vai surpreender, sem dúvida. Mount Kimbie, Jessy Lanza, Branko (curadoria), Moullinex (curadoria), Holly Hood, Mai Kino, Corona, Rui Maia, Holy Nothing, Stereossauro, DJ Kwan, DJ Big e Sam The Kid são as novas confirmações.



Uma das novidades da próxima edição do festival é a aposto numa sala dedicada ao conceito "back to back" (B2B) onde os artistas convidados se irão desafiar num set diferente do que costumam fazer. Nesta sala os confrontos serão os seguintes: Stereossauro vs DJ Kwan, Sam The Kid vs DJ Big, e mais nomes que ainda serão anunciados. Como o Lisbon Dance Festival não é feito apenas de concertos também irá haver uma programação realizada por Rui Miguel Abreu que será um aprofundamento teórico e técnico à volta da música de dança, na Fábrica L.

Os Mount Kimbie irão apresentar o novo e terceiro álbum que sai em fevereiro de 2017 no Lisboa Dance Festival. Não é a primeira vez que Dominic Maker e Kai Campos visitam o nosso país, mas desta vez será especial e com um novo trabalho. Já a Jessy Lanza, que promete ser a próxima grande cena, irá estrear-se em Portugal num concerto a não perder.
O Branko que ainda nem há uma semana encerrou o Vodafone Mexefest já está pronto para arrasar noutro festival outra vez. Quem irá lançar um novo álbum em 2017 também é o Moullinex e talvez se consiga ouvir temas novos neste espetáculo. O mesmo para Holly Hood, o rapper e produtor, com um novo disco que irá apresentar aqui.
A portuguesa Mai Kino, e uma das nossas apostas, vai estrear-se ao vivo no seu país de origem no festival. Os Corona vêm do Porto para trazerem a sua "low-life scumbag" ao público do LDF. Rui Maia, uma parte dos X-Wife e o próprio Mirror People, irá mostrar a sua experiência e naturalidade que tem para a música eletrónica. Os Holy Nothing que atuaram no SXSW deste ano irão misturar projeções com sintetizadores o que torna o espetáculo ao vivo bastante especial.


Preços dos bilhetes (à venda nos locais habituais) consoante as datas de compra:
Passe Early Bird - 25€ - Esgotado
Passe 2 dias - até 31 de dezembro: 35€
Passe 2 dias - 1 de janeiro até 9 de março: 45€
Passe 2 dias - 10 e 11 de março: 50€


Music. Talks. Market de 10 a 11 de março de 2017 no Lx Factory, em Alcântara, com 6 salas e 20h de música.


Fotos: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário