Os dois álbuns da semana | Watch and Listen!

Os dois álbuns da semana

Os álbuns favoritos da semana estão de volta! E houve dois que se destacaram mais do que os outros. O primeiro é o novo de Drake, "More Life". O segundo é o de Betty Who, "The Valley". São dois discos completamente diferentes mas que devem ser ambos ouvidos.

Drake - More Life

O novo álbum do Drake saiu no dia 18 de março, mas como é tão longo pode dizer-se que chegou uma semana depois. "More Life"é o sétimo álbum do canadiano e aparece como uma boa surpresa, tendo colaborações com vários artistas. 

O disco "More Life" é tudo o que o "Views", o anterior, deveria ter sido e não foi, pois, percorre vários géneros musicais e não é aborrecido de se ouvir. As músicas passam pelo hip-hop, R&B, grime, eletrónica e até por ritmos africanos o que o torna eclético mas bom. Tem 22 temas, algo pouco habitual nos LPs hoje em dia, e nunca se torna uma experiência chata ouvir tanta coisa seguida. Depois da desilusão que foi "Views", Drake precisava de fazer este álbum para não ficar no mesmo sítio e cometer outro erro. 

As colaborações revitalizam "More Life" ainda mais. Há canções com Giggs, Sampha, Quavo & Travis Scott, 2 Chainz & Young Thug, Kanye West, Balck Coffee & Jorja Smith e PARTYNEXTDOOR. Além destas combinações juntarem bem, Drake também introduz novos artistas aos seus seguidores, tal como, a Jorja Smith, que é a próxima estrela do R&B, no tema "Get It Together" com Black Coffee e no interlude. E também faz o grime de Skpeta sair fora do Reino Unido e chegar à América do Norte com o interlude antes de "Portland". A música com Kanye West, "Glow", é o que se podia esperar: um feat. explosivo. 

Com "More Life", Drake regressa para afirmar a sua posição na cultura pop e do hip-hop que tem vindo a cultivar nos últimos anos da sua carreira.

Betty Who - The Valley 

A Betty Who lançou o seu segundo disco, "The Valley", no dia 24 de março. A australiana que vive em Nova Iorque conseguiu fazer músicas pop e animadoras. 

"The Valley" é, assumidamente, um disco pop com músicas curtas, melodias contagiantes e letras sobres amores e desamores. Há letras que são um bocado tristes mas como têm ritmos alegres não chegam a ser depressivas. A bela voz de Betty Who também ajuda a dar este ambiente. Em 2015, a cantora participou no álbum "Blue Neighbourhood" do seu vizinho da Austrália Troye Sivan na canção "HEAVEN". Antes disso ficou conhecido com a música "Somebody Loves You".

No seu novo álbum, Betty Who consegue fazer a junção ideal entre pop, electro-pop e uma voz simples e boa, sem ser exagerado. Tudo aqui está no ponto certo o que é bom de se ouvir. 

Texto: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário