6 Factos sobre "Doctor Who" | Watch and Listen!

6 Factos sobre "Doctor Who"



É um clássico, um ícone da cultura popular britânica e a nova temporada chegou (finalmente) até nós no passado dia 15 de abril. Quem ainda não viu o "The Pilot" não tem de se preocupar porque não fazemos spoilers (pelo menos neste post!). Vamos apenas apresentar 6 factos para ficarem a conhecer melhor esta série e o que ela criou. Quem já os conhecer a todos, parabéns! São uns verdadeiros whovians.

1. O primeiro episódio data de 1963

Esta é uma série que foi para o ar no dia seguinte ao assassinato do Presidente John F. Kennedy, ou seja, a 23 de novembro de 1963. Continuou até 1989 e aqui houve uma pausa bastante prolongada, pois a série só voltaria aos ecrãs em 2005, mas para por lá ficar. No total, contam-se já 36 temporadas, um filme e mais de 828 episódios. No entanto, vários episódios estão perdidos porque, entre 1967 e 1978, a BBC apagava o seu arquivo de programas.

Genérico da primeira temporada, 1963.

2. A música do genérico de 1963 originou versões pop do tema

O genérico de 1963 foi um dos primeiros a ser composto por música eletrónica. Tornou-se memorável e, por esse mesmo motivo, foi muito pouco modificado ao longo das décadas.
Como tal, deu origem a versões alternativas do tema. Nos anos de 1970, o ator que fez de Terceiro Doutor - Jon Pertwee - gravou Who Is The Doctor, que consiste numa versão da música do genérico com letra adicionada.
Em 1988, a banda The KLF lançou o single Doctorin' the Tardis sob o nome The Timelords. Este single chegou ao Número 1 do Top do Reino Unido e o Número 2 do Top australiano.

O Terceiro Doutor, Jon Pertwee.

3. A expressão "Behind the Sofa" surgiu com Doctor Who

Doctor Who era uma série tipicamente familiar quando estreou. Portanto, os mais novos não queriam perder um episódio, apesar do medo que sentiam quando cenas mais assustadoras eram transmitidas. Assim sendo, escondiam-se atrás da mobília. 
A expressão é muito associada à série e ficou tão marcada na cultura pop britânica que deu nome a uma exposição no Museum of the Moving Image em Londres, em 1991, em que o tema era Doctor Who. Ainda hoje os media utilizam esta expressão.

4. O Mestre foi inspirado no Professor Moriarty

Leram bem. Segundo o livro "A Critical History on Doctor Who on Television", Moriarty foi um dos elementos que serviram de inspiração para a criação do Mestre. Como nos diz o livro: "Tal como Moriarty é obcecado em matar Holmes, também O Mestre está obcecado em assassinar o Doutor. E tal como na equação Holmesiana, em Doctor Who os dois homens [o Doutor e O Mestre] são génios de um grande, e muito semelhante, intelecto."

5. Os Daleks representam uma alegoria face ao regime nazi

O escritor Terry Nation criou os Daleks com esse mesmo objetivo. Mais recentemente, no passado dia 14, Peter Capaldi confirmou no The Graham Norton Show que os Daleks foram originalmente criados para representar os nazis. 

6. TARDIS é (também) uma palavra 

Pelo menos assim nos diz o Oxford English Dictionary e o dicionário do sistema operativo da Apple, o iOS. Não acreditam? Procurem e confirmem.


Texto: Gabriela Luís

0 comments:

Enviar um comentário