Os três álbuns da semana | Watch and Listen!

Os três álbuns da semana

Para esta semana, destacamos alguns álbuns que saíram no dia 14 de abril e foram os que mais gostámos de ouvir. Houve um regressos de rei, uma inovação no pimba e um bebé prematuro. Estamos a falar dos discos de Kendrick Lamar, Dois Brancos & Um Preto e o de Mac DeMarco. Todos são diferentes, mas merecem o nosso destaque.
Fiquem a saber o que achámos dos nossos LPs favoritos desta semana.

Kendrick Lamar - DAMN.


O quarto álbum do Kendrick Lamar chegou aos nossos ouvidos depois de muita espera e expectativas. "DAMN." saiu no dia 14 de abril como uma prenda de Páscoa. 

"DAMN." é muito diferente de "good kid, m.A.A.d city" e "To Pimp a Butterfly" porque o Kendrick Lamar nunca faz nada igual, daí ser um dos rappers no topo do trono senão o que merece sentar-se lá. Enquanto que em "good kid, m.A.A.d city" os temas são logo compreensíveis e entram rapidamente na cabeça, e em "To Pimp a Butterfly" explorou o jazz à sua maneira, no novo disco mistura vários géneros musicais de uma forma brilhante e coesa. 

Quanto às letras, são mais introspetivas porque falam dele próprio e do que já acalçou na sua vida até agora nos temas "GOD." e "DNA.". Claro que há muitas com críticas sociais o que é habitual vindo do rapper, tais como,  "XXX." com os U2, "YAH.", "FEAR."e "DUCKWORTH.". Também fala de religião e de relações amorosas. Na colaboração com Rihanna em "LOYALTY.", Lamar usa uma sample do tema "24K Magic" de Bruno Mars, que é outra componente usada algumas vezes ao longo deste LP. E James Blake volta a deixar a sua marca, como fez anteriormente quando colaborou com Beyoncé e Frank Ocean, com "ELEMENT.", onde co-escreveu a letra e co-produziu a música. 

O rapper introduz-nos ao novo artista Zacari, da Top Dawg Entertainment (TDE) - a editora de Lamar, que mostra a sua voz soul em "LOVE.", e de certeza que irá ganhar muitos fãs devido a isto. A capa simples mostra que não é preciso exagerar-se nas produções dos álbuns e que às vezes é melhor assim para se fazer um trabalho bom.

Este novo disco de Kendrick Lamar não é tão fácil de entrar na cabeça como os anteriores de 2012 e 2015, mas quando se ouve mais que uma vez e se compreende os temas abordados durante as 14 músicas, nota-se que não é igual a nada que tenha feito antes. O que faz dele um dos melhores rappers da atualidade e o rei do hip-hop.   

Dois Brancos & Um Preto - Trap Pimba


A banda composta pelos três youtubers portugueses Pakistan (Tomás Nunes), Conguito (Fábio Lopes) e Nurb (Bruno Leça) juntaram-se num projeto inovador, criaram Dois Brancos & Um Preto e fizeram o álbum "Trap Pimba". 

O que os três rapazes fazem é usarem letras de músicas populares portuguesas e darem-lhes uma nova vida na onde do hip-hop, no que apelidam de trap pimba. Isto parece, e é uma brincadeira na qual os três amigos se juntaram para se divertirem um bocado, porém, acaba por resultar em algo bom e de repente já todos gostamos de música pimba. Bem, neste caso apenas as letras. 

A primeira tentativa de se dar uma nova imagem e audição à música popular portuguesa aconteceu no espetáculo "Deixem o Pimba em Paz", protagonizado pelo comediante Bruno Nogueira e pela vocalista dos Clã Manuela Azevedo. Aqui os dois dão as suas vozes às músicas de Ágata, Quim Barreiros, Marco Paulo, entre outros, em versões jazz e pop. Uma ideia que correu bem e até chegou ao Coliseu dos Recreios no passado mês de fevereiro. Agora, Dois Brancos & Um Preto voltam a ressuscitar o pimba numa versão trap e diferente da de Bruno Nogueira. O trio, no disco "Trap Pimba", numa música junta várias letras de músicos populares portugueses dando-lhes uma perspetiva mais atual. Por exemplo, em "Pimba" há partes da música "Quero Cheirar Teu Bacalhau" de Quim Barreiros e da "O Bacalhau Quer Alho" de Saúl Ricardo. Além disso, conseguiram a proeza de meterem Lili Caneças a cantar no tema "Calhambeque"

As músicas Dois Brancos & Um Preto são claramente uma sátira, como se percebe ao longo do álbum, mas que até resulta em temas audíveis que, ao mesmo tempo, servem o propósito deste projeto. Para quem gostava de ir ao baile, pode assistir no Porto dia 26 de abril, no Hard Club, e no Musicbox, em Lisboa, no dia 28 deste mês.    

Mac DeMarco - This Old Dog 


Muitos estão - provavelmente - a questionar-se porque estamos a falar do novo álbum do Mac DeMarco, quando apenas sai oficialmente no dia 5 de Maio. É simples! O álbum foi divulgado mais cedo, por acidente, e ainda bem que isso aconteceu. Mais uma vez, Mac DeMarco não desilude. 

"This Old Dog" é um álbum muito descontraído, com aqueles acordes de guitarra bastante característicos e podemos dizer que há músicas que até têm um cheirinho de bossa-nova. A influencia deste género musical é bastante evidente em "Dreams Of Yesterday". Numa entrevista para a Pitchfork, Mac revelou ter sido ele a tocar todos os instrumentos e que nunca teve nenhum cão na vida - apesar do álbum se chamar "This Old Dog". O álbum é composto por 13 músicas. Entre elas, podemos ouvir "On The Level", "This Old Dog" e "My Old Man" (já disponíveis nas plataformas de streaming). 

A última música do álbum, "Watching Him Fade Away", é perfeita para fechar mais uma obra de arte de Mac; apenas um orgão e a voz de Mac serviram para criar uma música genial e melancólica. Destacamos, também, "A Wolf Who Wears Sheeps Clothes" e "Sister". 

Texto: Iris Cabaça & Catarina Amado

0 comments:

Enviar um comentário