44ª edição do Sofar Sounds Lisbon: expectativas elevadas e superadas | Watch and Listen!

44ª edição do Sofar Sounds Lisbon: expectativas elevadas e superadas


A 44ª edição do Sofar Sounds Lisbon decorreu numa tarde nublada, no dia 18 de julho. Mais uma vez, 3 nomes iriam marcar presença e um novo local seria descoberto. Desta vez, o Sofar levou-nos até ao pátio de uma galeria de arte, bem escondida pelas ruas da zona de São Bento: BASE dos Engenheiros do Acaso. O público estava rodeado de obras de arte e ansiosos por saber o que iriam ouvir. Gabriella Cohen, João Hasselberg & Pedro Branco e The Town Bar asseguraram a todos uma tarde de boa música e boa disposição.

Tudo começou com a atuação de Gabriella Cohen. A australiana acabou de lançar o seu primeiro álbum este ano – “Full Closure and No Details” – e sozinha ocupou o palco. A cantora surge do meio do público e durante o concerto fez questão de que este fazia parte de tudo, reforçando sempre este laço com o seu jeito próprio de atuar, as suas histórias sobre as suas viagens com uma certa e determinada companhias aérea, cujo nome não podemos revelar (começa com “R”...), e com a sua música. Assim, o Sofar teve um início simples e simplesmente brilhante.

Coube a João Hasselberg & Pedro Branco trazerem, pela primeira vez, o jazz ao Sofar Sounds Lisbon. Mais uma vez, o Sofar Sound mostra-nos o melhor do que está para vir: este projeto tem um som muito promissor e, decerto, irá chamar muita atenção. Ainda houve tempo para um convidado especial: Afonso Cabral dos You Can't Win, Charlie Brown que se juntou para dar voz a uma das músicas dos músicos.

Por último, mas não menos importante, contou-se com The Town Bar. O grupo do Cartaxo fez a festa. Os rapazes – Filipe Nicolau, Miguel Nicolau, Artur Correia, Luís Mirradinho e David Colaço – levaram o bar até nós, com o seu registo bastante folk. A atuação foi efusiva e conseguiu meter algumas pessoas de pé, a dançarem. O público, sem dúvida, que ficou rendido a esta banda; não são todas as vezes que as pessoas pedem “mais uma”. Esta sessão não poderia ter acabado de melhor forma: o público estava feliz e foi, então, tocada mais uma canção.
Estamos todos ansiosos por saber o que nos espera para a próxima edição, pois as expectativas ficam cada vez mais altas e são sempre superadas.   
 Sofar Sounds Lisbon (18/07/2017) 

Texto: Catarina Amado
Fotos: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário