Capitão Fausto: A Invenção do Dia Claro | Watch and Listen!

Capitão Fausto: A Invenção do Dia Claro


Não, eles afinal não tinham os dias contados! Os Capitão Fausto acabam de chegar com a Invenção do Dia Claro.

Os Capitão Fausto voltaram, após três anos de terem lançado Capitão Fausto têm os dias contados. Felizmente, por agora, pode dizer-se que continuam em boa forma e parece que esta é mais uma fase de uma boa longa vida; para além disso, parece que todos eles já saíram de “debaixo das saias da mãe”. 

Agora, com A Invenção do Dia Claro, os cinco rapazes lisboetas continuam a crescer; o seu som torna-se mais refinado e já não são os putos de Gazela (2011). Não há novas apostas, como as que tínhamos escutado cada vez que os Capitão Fausto lançavam um álbum novo, mas vê-se que se tornou tudo mais refinado relativamente ao Capitão Fausto têm os dias contados.

Podemos dizer que esta foi uma grande aposta, visto que, já desde 2017 que temos assistido a todo um processo de gravações que atravessou o Atlântico. Certamente, após termos ouvido o álbum, todo o trabalho compensou. 

Hoje, chega-nos então um novo disco composto por oito canções, sendo que já conhecemos três delas – Sempre Bem, Amor, a nossa vida e Faço as vontades. Todas as três pareceram satisfazer o ouvido dos fãs e cumprir com a expectativas. 

O álbum abre com Certeza, uma faixa forte com uma letra bem à moda dos Dias Contados: “e se eu ouvir o coração quando ele falar e me disser que eu já não ‘tou capaz e prosseguir sem tropeçar no teu perdão” e este é só um exemplo. Certeza vai fazer sem dúvida bater o pé até ao mais cético. De seguida, cheia de ritmo , toda “gingona” vem Boa Memória, que transparece uma parte mais sábia dos Capitão Fausto.

Para acalmar um pouco os ânimos, vem Outro lado. Podemos ver que a banda conta com mais músicas melancólicas, como foi a surpresa de Alvalade chama por mim no álbum anterior. Tudo volta a ficar mais arrebitado com Sempre bem, single de estreia para este disco. Após esta, vem Amor, a nossa vida, uma aposta dos Capitão Fausto nas baladas. Depois, vem mais outra conhecida de todos: Faço as vontades

O registo continua alegre com Lentamente, que tem certamente um cheirinho a Brasil que nos chama logo à atenção. Uma canção cheia de vida e cor, como São Paulo, sem dúvida.

E chega então o Final, quem nos dá um fecho poderoso: “se eu não ficar contigo é tudo em vão”. Em suma, é bom tê-los de volta.



Texto: Catarina Amado

0 comments:

Enviar um comentário