5 factos sobre The OA | Watch and Listen!

5 factos sobre The OA


"The OA" é uma série norte-americana de ficção científica, sobrenatural e mistério do Netflix, criada e produzida por Zal Batmanglij e Brit Marling, que estreou a 16 de dezembro de 2016. Nos oito episódios de "The OA", fala-se sobre Prairie Johnson uma jovem adotada que desapareceu durante sete anos e regressa a casa. A rapariga era cega e quando volta consegue ver, mas não diz aos seus pais adotivos nem ao FBI por onde andou e como recuperou a sua visão na totalidade. Assim, ela arranja um grupo de cinco locais a quem revela as informações todas e conta a história da sua vida. Ela afirma que há mais pessoas desaparecidas noutra dimensão e pede ajuda ao grupo para as salvarem.
Enquanto a segunda temporada não chega fiquem a saber alguns factos sobre esta estranha série. 

1 - Não houve promoção da série até 4 dias antes de estrear


Ao contrário do que costuma acontecer a séries novas, onde há muita promoção e se criam elevadas expectativas, não foi igual com "The OA", pois, não houve nenhuma entrevista nem crítica sobre a série antes da sua estreia. Apenas quatro dias antes, dia 12 de dezembro, é que lançaram o primeiro trailer online. Com isto a série conseguiu mostrar que às vezes quando não há hype nenhum até pode correr tudo bem.

2 - A série foi inspirada numa experiência que aconteceu a alguém na vida real


A atriz, criadora e produtora, Brit Marling (Prairie Johnson), da série inspirou-se numa mulher que conheceu numa festa e teve uma experiência de quase morte. Este encontro levou Marling e Zal Batmanglij a pesquisarem sobre estas experiências e as consequências que podem vir com elas.

3 - Plan B é a companhia de produção de Brad Pitt


A série é produzida por Plan B e Anonymous Content. A primeira é a companhia de produção do famoso ator Brad Pitt, e a segunda é a produtora de séries como True Detective e Mr. Robot. 

4 - A diferença entre ciência e espiritualidade


A série faz distinção entre a ciência e a espiritualidade no que toca à vida pós-morte porque o cientista, Hap, só pensa em factos, números e figuras para chegar às respostas. No caso deste enredo, isso pode não ser suficiente.  

5 - Os atores tiveram que aprender os movimentos com uma coreografia


Para "The OA", o elenco teve de aprender alguns movimentos que lhes foram ensinados por Ryan Heffington, visto que, não eram grandes dançarinos e foi necessário aprenderem uma coreografia para fazerem melhor os seus papéis na série. 

Texto: Iris Cabaça

0 comments:

Enviar um comentário